Bem Vindo ao Nosso Site!

Made in Brasil Games

Você concluiu ou está prestes a concluir sua faculdade de Pedagogia a distância e já pensa em iniciar a busca por concursos públicos na área? Então essa postagem será muito útil! Nela, vamos te mostrar o que estudar para um concurso de pedagogo e dar dicas de como percorrer o caminho mais curto até a aprovação.

faculdade de pedagogia a distância

Bom, antes de mais nada é importante citar onde mais costumam ser realizados certames para pedagogos, que no caso são em prefeituras, universidades, institutos federais e secretarias de educação. Então, esteja sempre atento a esses órgãos, pois talvez neles esteja a oportunidade pela qual você tanto espera.

Mas vamos ao que interessa, os assuntos nos quais é necessário focar para ter sucesso em um concurso de pedagogo. Claro, as disciplinas de conhecimentos gerais sempre precisam de uma boa atenção. Em hipótese alguma pense que estudar apenas conteúdos relacionados a sua área de atuação é uma boa ideia, pois não é.

Então, nunca deixe de lado Língua Portuguesa, Matemática/Raciocínio Lógico, Legislação Básica e Informática. Um desempenho ruim nas questões dessas disciplinas pode (e vai) fazer diferença na sua nota, o que pode ser suficiente para uma reprovação.

Falando um pouco, agora sim, sobre os assuntos de conhecimentos específicos (que obviamente também precisam de atenção especial), o ideal é buscar ver um pouco de tudo, mas existem alguns temas que costumam ser cobrados com maior frequência:

- Legislação da Educação

Certamente a matéria com maior cobrança em quase 100% dos concursos, afinal de contas, é ela que tratará sobre os princípios básicos da educação no Brasil. A referência é a Lei nº 9.394/96. Entre os assuntos, merecem atenção especial as Normas Constitucionais e as Leis Federais.

- Didática

Outra disciplina com grande quantidade de questões, pois trata-se de um dos principais ramos estudados pela Pedagogia, onde são investigados os vários processos de ensino e aprendizagem. A Didática é de uma relevância muito considerável não apenas para quem busca uma vaga em concurso público como também para a atuação no cotidiano da função.

- Aspectos Éticos, Filosóficos e Sociológicos da Educação

Um bom pedagogo deve compreender a ética, a filosofia e a sociologia que permeiam a educação. Mas além disso, esse é um assunto que costuma ter grande relevância em concursos para pedagogos. Portanto, é possível unir o útil ao agradável.

- Psicologia da Educação

Mais uma disciplina que tem sido cobrada frequentemente nos concursos, principalmente no que diz respeito a aplicação da psicologia. Use o que viu em relação a história do uso da psicologia na educação durante o curso de Pedagogia EAD a seu favor.

Todas essas disciplinas você consegue encontrar em um bom curso online para concursos, apresentadas em videoaulas de apenas 30 minutos e organizadas em formato de plano de estudos, para que sejam assistidas na ordem exata. E o melhor, verá apenas conteúdos que realmente serão cobrados na prova do concurso para o qual tem interesse, tendo assim economia máxima de tempo.

Agora que você sabe o que estudar para um concurso de pedagogo e onde encontrar o melhor material, sua caminhada rumo à conquista da sonhada vaga está muito mais fácil.
Um dos cargos que mais concentra inscritos em concursos do Instituto Nacional do Seguro Social, o famoso INSS, é o de Técnico do Seguro Social. Muito pelo fato de ser o que costuma oferecer o maior número de vagas e também pela exigência que o candidato precise ter apenas o nível médio completo para poder concorrer.


Sabemos que um dos seus sonhos é passar no concurso INSS e atuar nessa função, mas afinal de contas, você sabe o que faz um Técnico do Seguro Social do INSS?

Como dito anteriormente, para concorrer no concurso INSS Técnico do Seguro Social é necessário ter o nível médio completo. Aqueles que forem aprovados, farão jus a um salário inicial de R$ 5.186,79 e exercerão as seguintes atribuições:

·       Realizar atividades internas e externas relacionadas ao planejamento, à organização e à execução de tarefas de competências constitucionais e legais do INSS que não demandem formação profissional específica;

·         Coletar informações;

·         Executar pesquisas;

·         Fazer levantamentos e controles;

·         Emitir relatórios e pareceres

Mas além do Técnico do Seguro Social, o concurso INSS 2019 pode oferecer oportunidades em outros dois cargos: Analista do Seguro Social e Perito Médico. Vamos falar um pouquinho sobre eles também.

O que faz um Analista do Seguro Social do INSS?


Para concorrer a uma das vagas do concurso INSS Analista do Seguro Social, será necessário possuir graduação completa em curso de Serviço Social. Quem for aprovado terá direito a vencimento inicial no valor de R$ 7.659,87 e será responsável pelas seguintes funções:

·     Prestar atendimento e acompanhamento aos usuários dos serviços prestados pelo INSS nas Agências da Previdência Social e aos servidores, aposentados e pensionistas;

·         Elaborar, executar, avaliar planos, programas e projetos na área de Serviço Social e Reabilitação Profissional;

·     Supervisionar e homologar os programas profissionais realizados por terceiros ou instituições conveniadas;

·     Realizar avaliação social para fins de concessão de direitos previdenciários e benefícios assistenciais;

·         Promover estudos sociais e socioeconômicos, pesquisa e levantamento de informações visando à emissão de parecer social para subsidiar o reconhecimento e a manutenção de direito previdenciários e benefícios assistenciais, bem como à decisão médico pericial

O que faz um Perito Médico do INSS?


Se você tem curso superior completo em Medicina e é registrado no conselho da classe, poderá concorrer ao concurso INSS Perito Médico. E, uma vez aprovado com direito a salário que ultrapassa os R$ 12 mil, terá as seguintes responsabilidades de acordo com o que consta na medida provisória 871:

·         I - o regime geral de Previdência Social e a assistência social:

a)    a emissão de parecer conclusivo quanto à incapacidade laboral;
b)    a inspeção de ambientes de trabalho;
c)    a caracterização da invalidez; e
d)    a auditoria médica;

·   II - a instrução de processos administrativos referentes à concessão e à revisão de benefícios tributários e previdenciários a que se referem as alíneas “a”, “c” e “d” do inciso I e o inciso V;

·     III - o assessoramento técnico à representação judicial e extrajudicial da União, das autarquias e das fundações federais quanto aos expedientes e aos processos relacionados com o disposto neste artigo;

·       IV - a movimentação da conta vinculada do trabalhador no Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), nas hipóteses previstas nos incisos XI, XIII, XIV e XVIII do caput do art. 20 da Lei nº 8.036, de 11 de maio de 1990;

·    V - a caracterização do impedimento físico, mental, intelectual ou sensorial da pessoa com deficiência, por meio da integração de equipes multiprofissionais e interdisciplinares, para fins de reconhecimento de direito previstos em lei, em especial na Lei nº 13.146, de 6 de julho de 2015 - Estatuto da Pessoa com Deficiência;
·         VI - as atividades acessórias àquelas previstas neste artigo, na forma definida em regulamento.

Viu como o edital INSS 2019 promete vir com excelentes oportunidades? Então ganhe tempo, inicie agora mesmo sua preparação com o melhor curso online e saia na frente da concorrência na disputa por uma das vagas.
Pensando em prestar concurso público no âmbito federal?

Então é hora de antecipar a sua preparação!


Responsáveis pelas melhores remunerações e benefícios, os concursos públicos federais costumam atrair uma grande concorrência, independente do órgão.

E para que você possa driblar os concorrentes e garantir a sua vaga, tenha certeza de que será preciso investir algum tempo em uma preparação completa.

Só para que você possa ter ideia do que te aguarda, relacionamos abaixo, alguns concursos federais que fazem a alegria dos concurseiros quando seu edital é publicado, são eles:

Receita Federal, Polícia Rodoviária Federal – PRF, Polícia Federal – PF, Instituto Nacional do Serviço Social – INSS, Tribunal de Contas da União – TCU, Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT, Controladoria Geral da União – CGU, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis – IBAMA, entre outros.

Sendo assim, para que você possa basear seus estudos e iniciar a sua jornada de conhecimento, separamos abaixo, as disciplinas mais comuns cobradas nas seleções federais.

Disciplinas para concursos federais


As matérias abaixo costumam aparecer na maioria dos concursos públicos de âmbito federal. Porém, como cada edital é único, vale a pena consultar e fazer as devidas adequações antes de iniciar, efetivamente, os seus estudos.

Língua Portuguesa – Concordância, pronomes, verbos, regência crase, pontuação, uso do porquê, reforma ortográfica, processo de formação das palavras e adjetivos;

Matemática – Operações básicas, potenciação, frações, razão e proporção, porcentagem, equações, conjuntos, juros simples e compostos, sistema métrico, progressões aritmética e geométrica, geometria e trigonometria;

Raciocínio Lógico – Proposições simples, compostas e conectivos lógicos, negações, equivalências lógicas, lógica argumentativa, conjuntos, raciocínio lógico sequencial, MDC e MMC, análise Combinatória, probabilidade, regra de 3 simples e composta e sistema métrico decimal;

Ética no Serviço Público - Código de Ética dos Servidores Públicos Civis do Poder Executivo Federal;

Noções de Direito Administrativo – Conceitos de administração pública, princípios do direito administrativo, organização da administração pública, poderes da administração pública, atos administrativos, serviços públicos, responsabilidade civil do estado e controle da administração pública;

Noções de Direito Constitucional – Direitos e garantias fundamentais, direitos sociais, nacionalidade, direitos políticos, administração pública e servidores públicos;
Noções de Informática – Internet, uso do correio eletrônico, noções de segurança e proteção, redes sociais, Windows 10;

Atualidades – Nova lei trabalhista, surto de febre amarela, meio ambiente no Brasil, crise de segurança no Rio de Janeiro, tragédias recentes no mundo, desenvolvimento sustentável no mundo;  

Como estudar para concursos


Independente de qual seja o seu método de estudo preferido, saiba que antecipar a sua preparação é o melhor jeito para sair na frente da concorrência.

Mas, para obter um estudo eficiente a receita é uma só e bastante conhecida pelos estudantes: aliar a teoria e a prática.

Desta forma, após assimilar os conteúdos vistos por meio de aulas ou videoaulas, é hora de colocar a mão na massa.

Praticar o conhecimento por meio de questões de concursos como as disponíveis no aprova questões é uma ótima dica. Assim, você tem a chance de conhecer os seus pontos fracos e ter consciência de onde precisa se dedicar mais.

Com uma panela de pressão, torna-se possível cozinhar alimentos dentro de um ambiente hermético. O fogão aumenta a temperatura no interior com líquidos a ferver, permitindo um rápido cozimento ou aumento. É preciso cerca de 2 xícaras de fluidos, como o estoque de frango, para criar um efeito de cozedura sob pressão.
Aqui as vantagens e desvantagens que vêm quando este método de cozinhar é usado.
Lista das vantagens da cozedura sob pressão

1. Cozinha comida muito mais depressa


Uma panela de pressão pode completar o processo de cozedura cerca de 30% mais rápido do que os métodos de cozedura convencionais.

2. Poupa energia

Devido aos tempos de cozedura mais curtos, a cozedura sob pressão requer menos energia para completar uma refeição também. Em comparação com alguns métodos de cozedura, o uso de uma panela de pressão poderia economizar até 75% do consumo normal de energia.

3. Retém mais nutrientes

Os alimentos que são cozidos dentro de uma panela de pressão manter mais de suas vitaminas e minerais em comparação com os alimentos que são cozidos. Por essa razão, muitos alimentos que saem de uma panela de pressão são ditos saber melhor.

4. Pode ser usado a qualquer altitude

A água ferve a temperaturas mais baixas em altitudes mais elevadas. Uma panela de pressão pode criar uma atmosfera estável com o seu design único, permitindo pressões constantes e precisas a serem usadas para cozinhar. Isso cria resultados mais rápidos e consistentes.

Lista das desvantagens da cozedura sob pressão

1. Leva-se tempo para aprender a usar uma

As receitas devem ser alteradas ao usar uma panela de pressão. Há menos evaporação através deste processo de cozedura, assim mais líquido é retido dentro do pote.

2. Requer tempo

A pressão dentro de uma panela de pressão bloqueia a unidade no lugar. Essa pressão deve ser libertada para abrir a tampa em segurança. Isso significa que os usuários não podem verificar o estado de sua comida, porque se eles perdem a pressão, eles devem começar de novo. Cozinhar, portanto, depende do tempo mais do que qualquer outra coisa.


Muitas pessoas podem se lembrar que quando crianças eles foram apressados para fora da cozinha sempre que a panela de pressão estava no fogão.
Os modernos fogões de pressão têm assumido o risco de cozinhar sob pressão. As panelas de pressão hoje em dia não emitem esse som de chiado agudo, e eles têm características de segurança que impedem a acumulação de excesso de pressão, e fechando tampas que não vai abrir até que a pressão é liberada. Eles são uma enorme melhoria no barulhento, cuspindo vapor, potes de chocalhar que muitas pessoas estavam familiarizados com em anos passados.

Os "fogões" combinados são concebidos para serem Utensílios de cozinha a pressão para todos os fins. Estes são leves o suficiente para uma utilização conveniente na preparação de refeições diárias, mas com travamento resistente, tampas de controle de pressão para uso em conservas de pequenos lotes de alimentos.
Os sistemas de pressão, são mais fortemente construídos e projetados para preservar alimentos em frascos para armazenamento de longo prazo."Os canalizadores de pressão oferecem os mesmos benefícios que as panelas de pressão, mas geralmente têm maiores capacidades necessárias para preservar frascos de carnes, peixes e muitos outros tipos de alimentos. Grandes canhões de pressão não são comumente usados para cozinhar diariamente, uma vez que eles são pesados e o vazamento mais espesso leva mais tempo para aquecer.
Ter uma panela de pressão como parte de seu equipamento de preparação de alimentos oferece várias vantagens. Aqui estão os maiores benefícios de cozinhar sob pressão:
Os alimentos conservam a maior parte dos seus nutrientes e são mais saborosos
Comer alimentos que são cozinhados sob pressão oferece mais impulso nutricional do que aqueles cozinhados por períodos mais longos usando utensílios de cozinha tradicionais. Quanto mais alimentos são cozinhados, mais nutrientes são destruídos.
Os alimentos cozinhados numa panela de pressão estão prontos mais depressa, usando menos líquido. O líquido é fervido deixando o alimento com a maioria de seus nutrientes. O fato de que os alimentos são feitos em um curto tempo de cozimento significa que eles são menos propensos a perder sua cor e sabor, bem como minerais e vitaminas que são evaporados ou diluído quando cozinhar em grandes quantidades de água por longos períodos de tempo. As panelas de pressão reduzem o tempo de cozimento em até 70%, o que é uma grande redução no tempo que os alimentos normalmente permanecem no fogão fervendo ou vaporizando o sabor natural e os nutrientes. Em geral, a cozedura sob pressão aumenta a riqueza e os sabores naturais dos alimentos.


Pensa em São Jorge e deve estar imaginando um cavaleiro heroico ,matando um dragão feroz e cuspidor de fogo. Como padroeiro do país, a história de São Jorge é tão icônica como a sua bandeira branca e vermelha. Mas, como muitos santos primitivos, os detalhes exatos de sua vida permanecem um mistério.
Aqui separamos fatos da ficção para tentar aproximar-nos da verdade por trás da lenda de São Jorge. Dica: pode não ser o que você pensa.

St. George pode ser aclamado como um herói nacional, mas na verdade ele nasceu a mais de 2.000 milhas de distância. Acredita-se que ele tenha nascido na Capadócia (atual Turquia) e que tenha morrido em Lida (atual Israel) na província romana da Palestina em 303. Acredita-se que seu túmulo estava em Lod e era um centro de peregrinação cristã.
Ele pode ter usado algum tipo de armadura brilhante, mas George era provavelmente um soldado, não um cavaleiro como pensamos dele na cultura popular de hoje. A partir do século XI, São Jorge foi retratado na escultura como um cavaleiro ou um guerreiro a cavalo, mas a verdade é menos fantasiosa. É mais provável que ele fosse um oficial do exército romano.
Como muitos Santos, São Jorge foi descrito como um mártir depois de morrer pela sua fé cristã. Acredita-se que durante as perseguições ao imperador Diocleciano, São Jorge foi executado por se recusar a fazer um sacrifício em honra dos deuses pagãos.
Embora seja altamente improvável que São Jorge tenha vindo para Inglaterra, a sua reputação de virtude e santidade espalhou-se por toda a Europa a partir do século VII. Durante a Terceira Cruzada no século XII, Ricardo I colocou-se e ao seu exército sob a proteção de São Jorge. Ele também adotou o emblema de São Jorge, uma cruz vermelha sobre um fundo branco, que foi usado como um uniforme e mais tarde usado na bandeira inglesa.


São Jorge é o santo padroeiro da Inglaterra.
A única coisa que a maioria das pessoas sabe sobre ele é que ele matou um dragão.
Hoje em dia, a única maneira que os ingleses lembram de São Jorge é que a bandeira inglesa (uma cruz vermelha sobre um fundo branco) é chamada de Cruz de São Jorge e que há também um dia de São Jorge Todos os anos.
No entanto, se você perguntar a maioria da população inglesa "que dia é o dia de São Jorge?", poucas pessoas seriam capazes de lhe dizer a data correta de 23 de abril.
Por isso, vamos aprender tudo o que precisam de saber sobre São Jorge... e então saberão muito mais do que praticamente toda a gente em Inglaterra!

São Jorge era Inglês?


Nao. São Jorge era Turco. Ele nasceu na Capadócia em 270 D. C. (século III). Ele era um cristão e um soldado lutando pelo exército romano. Na verdade, ele nunca visitou a Inglaterra em sua vida.
O dia de São Jorge é feriado nacional em Inglaterra?
Nao. É apenas um "dia" nacional, mas não um feriado.
Na Irlanda, o dia de São Patrício é um feriado nacional. Na verdade, mais pessoas na Inglaterra conhecem e celebram o dia de São Patrício, muito mais do que no dia de São Jorge. Na Escócia, toda a gente tira o dia de folga para o feriado nacional de St.Andrew. No entanto, em Inglaterra não há férias grátis para 23 de abril.
Em 1415, o dia de São Jorge tornou-se um dia de festa nacional e costumava ser um feriado na Inglaterra por cerca de 300 anos, mas a tradição foi interrompida em meados do século XVIII.
Quando é o dia de São Jorge em Inglaterra?
O dia de São Jorge é no dia 23 de abril, no Reino Unido.
Mas porque é que é neste dia? Bem, não se sabe muito sobre o George, mas os poucos fatos são...
Depois de uma infância na Turquia, ele se tornou um soldado romano e foi promovido a um posto militar muito alto de tribuno. No entanto, ele deixou o exército como um protesto contra o imperador pagão Diocleciano que estava perseguindo os cristãos. Diocleciano ofereceu a Jorge, dinheiro, terras e escravos se Jorge oferecesse um sacrifício aos deuses pagãos, mas Jorge recusou.
Esta rebelião significava que ele foi preso e torturado. Porém, Jorge permaneceu fiel à sua devoção a Jesus Cristo.
Isso deixou Diocleciano furioso, então Jorge foi arrastado pelas ruas e executado em 23 de abril de 303 D. C.
A data de 23 de Abril é o aniversário da morte do George.
Uma nota interessante para a história é que a esposa de Diocleciano, a Imperatriz Alexandra, ficou tão impressionada com a bravura e o compromisso de Jorge com a sua religião, que se converteu à Crisitianidade e, mais tarde, também foi executada pelas suas crenças.